menu
Topo
Luciana Bugni

Luciana Bugni

Filho de Sandy brinca de boneca: a internet entendeu que não é pra criticar

Universa

23/08/2018 04h00

Essa semana, Lucas Lima, marido da cantora Sandy, postou no Instagram uma foto bem familiar para quem tem filho. Um tênis e um brinquedo largados embaixo da mesa do café, como se ali fosse o melhor lugar para que esses objetos vivessem em harmonia. Sei como é. Já achei muito bichinho de borracha "dormindo" dentro do penico. A novidade não é uma criança deixar seus pertences espalhados pela casa. É um dos objetos de um menino ser uma boneca e ninguém se importar muito com isso. Já até falei do assunto aqui, e parece que quase um ano depois a história mudou um pouco. Ainda bem!

Claro que tinha comentário no post falando que deixar um menino brincar de boneca é um absurdo. Mas a maioria dos fãs afirma o que já sabemos: não existe brinquedo de menina ou de menino. O fascínio das crianças por "Frozen", o filme da Disney que deixa a moçada louca há alguns anos, preocupa pais que insistem em dizer coisas ultrapassadas como: "não vou deixar meu filho assistir esse desenho antes do 5 anos". Sério que a gente precisa censurar algo que tem personagens femininos e interessam às crianças? Que coisa mais louca!

Veja também

Há três anos, o americano Paul Henson fez um post que viralizou nas redes sociais com uma foto do filho Caiden vestido de Elsa (a princesa protagonista do filme) para o Halloween. "Quem nos conhece, sabe que geralmente deixamos Caiden fazer as suas próprias escolhas, até certo ponto. Bem, ele decidiu em um traje de Halloween. Ele quer ser a Elsa. Nem fale bobagens masculinas. O Halloween é sobre crianças fingindo ser seus personagens favoritos. Só isso. E nessa semana, a dele é uma princesa", disse o pai.

Caiden parece um menino bem animado com a fantasia, fazendo careta. Pronto. (Foto: Reprodução/Facebook)

Muito provavelmente Caiden não vai virar uma princesa porque quer se vestir como uma – e se acabar se descobrindo como uma menina não será por conta do que ele usou para brincar. Théo, filho de Sandy e Lucas Lima, também não corre nenhum risco por brincar com a bonequinha – que bom que os pais dele sabem disso.

Meu filho, aliás, com 1 ano e meio, desenvolveu um estranho fascínio por motos, sendo que não temos o veículo em casa e ele nem convive com motoqueiros. Ele até ganhou agora, depois de tanto apontar e gritar moto para os motoboys que encontramos por aí, uma moto de plástico. Como mãe, acho esse interesse bem mais perigoso do que brincar com bonecas. Imagina o meu coração de mãe se ele resolver andar de moto por São Paulo quando for mais velho nesse trânsito? Ai, meu Deus!

 

Sobre a autora

Luciana Bugni é jornalista e escritora. Vive entre quatro rapazes, muitas bolas de futebol e uma gata, descomplicando a vida e parindo ideias. Edita conversas antigas (é cada resposta que a gente poderia ter dado...), cardápios e reportagens na Universa, aqui no UOL. Já trabalhou na “Revista AnaMaria”, no “Diário do Grande ABC”, no “Agora São Paulo” e na “Contigo!” e se especializou em jornalismo feminino popular. Acredita no amor, que mostarda melhora tudo e que as madrastas são uma classe injustiçada pela literatura infantil.

Sobre o Blog

Um olhar esperançoso sobre a geração que está com 30 e poucos anos, recorrendo aos apps de paquera na marra ou tentando salvar o segundo casamento com todas as forças. E enquanto isso, trabalha, cria pessoinhas e faz de tudo para se divertir (desde que o samba é samba é assim).